salada de futebol e frutas

Standard

Saber ganhar é uma arte. Saber perder também.

Existem outras artes a serem aprendidas no decorrer da vida: saber experimentar é uma delas.

Demorei demais pra aprender. Ainda não sei direito, mas acredito que chego lá algum dia.

Em casa tinha dia pra comer tudo. Quinta e domingo eram dias de massa. Sexta de peixe e/ou derivados. Sábado de feijão diferente do feijão de todos os dias. Havia o dia do bife rolê e o dia do bife de fígado, que, se não me falha a memória, era quarta-feira. Mais rotina do que restaurante a quilo de periferia.

Então eu pouco aprendi no quesito “experimentar”. Havia dias em que eu comia lambuzando os beiços e dia em que eu fazia uma vitamina de frutas e dava o assunto por encerrado. E enganam-se os que pensam que esse dia era quarta-feira, o dia do fígado. Eu amo fígado!

Com frutas não era diferente. Eu só conhecia algumas e dentre essas poucas, só comia uma pequena parcela.

Com a idade, essa parcela se apequenou. Descobri que banana in natura me ataca a gastrite sempre presente e laranja nem pensar. Até que…Bom, até que casei. E descobri novas coisas!

Não, não essas, que a maioria já sabia, pelo menos de ouvir falar…Descobri novos sabores e novas frutas. Descobri yogurte , que  nunca entrou em casa. Minha mãe devia achar que sua (lá dela) religião não permitia, sei lá. Descobri jaca. Descobri fruta do conde, descobri caqui duro. Nossa! Quanto tempo perdi!

Eu já tinha descoberto há muito tempo que ufanismo não leva a nada, nem patriotismo de fachada. Ontem, por exemplo, vi muita gente tirando bandeiras de sacadas por aqui. Patriotismo de ocasião.

Patriotismo já acho bobagem. Ser humano é tudo igual, só varia local de nascimento. Como mãe. Mas, ao fim e ao cabo, é tudo igual. Vai daí, esporte é assim mesmo. Uns ganham, outros perdem.

Experimentar é sempre bom. Não dá pra comer banana? Vai de morango.

Não dá pra engolir Fred? Experimenta outro.

Não deu pra ganhar? Continua tentando.

E não esqueça de fazer por merecer.

Fruta dá em árvore, mas bom futebol só dá com muito trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *