quem vai, quem fica

Standard

Interessante a experiência de mudar de casa.

Tenho que me desfazer de 30% de tudo que tenho.

Quais 30% ?

Roupas e objetos de decoração é fácil. Nenhum apego.

Não chego a dizer que roupa é apenas para cobrir o corpo nas intempéries, mas desapego fácil. Adepta de brechós a vida inteira, não me custa quase nada desapegar. Quase nada literalmente falando.

Livros.

Aí o bicho pega. Desde que aprendi a ler não parei mais. Casei com homem que tem a mesma história. Resultado: juntamos nossos livros de solteiros e continuamos a consumir nesses mais de 40 anos de vida em comum. No meio da trajetória, ainda fui livreira, uma das melhores fases da  minha vida. Trabalhar entre coisas que gosto. Melhor que isso só se a livraria fosse no meio da Mata Atlântica!

Vou ter que inventar critérios. Talvez os livros que li e não gostei.

Problemão. Marido e eu temos gostos diferentes. Os que eu não gostei ele gostou. Melhor não.

Os muito grandes. Pode ser. O apartamento será pequeno e a estante menor ainda. Lá se vai a coleção do jornal Movimento encadernada, os livros de arte, o Monteiro Lobato grandão. E um ou outro que foge ao padrão, se é que temos algum padrão na literatura.  Não são tantos. Vai ter que ter mais algum critério.

Nossa! Como me dói tratar a literatura desse jeito: uma questão de espaço…

CDs e vinis. Mais de mil CDs, mais de mil  vinis.

Já discutimos, maridão e eu sobre isso. Melhor levar todos, nem que tenhamos que dormir em cima das caixas de vinil. A coisa chegou quase ao ponto do eles ou eu. Por um triz.

Minhas bolas de vidro de cidades que estivemos, as que eu comprei, as que me deram, amigos e filhos. Tão bonitas! Topo me desfazer das de bichos. Desfazer médio: filhota abrigará na casa dela todas que eu não puder levar.

E por aí vai a carruagem e nesse andar, vejo que não cheguei nem perto dos 30%.

Quem sabe se eu mandar pro espaço o wok do maridão e topar me desfazer de todas as formas de bolo, pão e pizzas??

Ou os vidrinhos de tempero da cozinha?

P2050707

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *