historinha do brasil

Standard

Aprendi naqueles livros infames nos quais se ensinava história do Brasil no meu primário, que índio gostava de contas coloridas, espelhos e pentes.

Não vou discutir aqui o que índio gostava ou não. Mas duvido um pouco que fosse isso.

Em todo caso, EU gosto. De contas coloridas, espelhos e pentes.

Quer coisa mais legal?! Tenho uma estante do armário cheia de vidros e latas com contas coloridas. Fui comprando aos poucos, lá na 25. Queria fazer algum enfeitezinho, alguma pulseirinha, comprava contas. E nunca se pode comprar uma meia dúzia só. Tem que ser um pacotinho que vem um montão. E eu fui acumulando porque sempre penso: vai que venha alguma criança por aqui, vai que surja alguma oportunidade e nesse vai que, elas vão enchendo vidros e latas.

Pentes não tenho não. Não mais do que um ou dois. Mas tenho também um pote cheio de fivelinhas de cabelo. Nas pouquíssimas vezes em que deixei o cabelo crescer uns dois cm, fui logo comprando fivelinhas coloridas. Tão bonitas!

Corto o cabelo sempre, desde que me conheço. Nunca passou da orelha. Da parte média da orelha e olhe que as minhas nem são grandes…mas as fivelinhas estão guardadas. Vai que.

E espelhos. Tenho um em cada armário. Na parte interna, dos grandes. No closet. Nos banheiros, é claro. Na bolsa. No carro. E esta semana comprei um daqueles que aumentam. Sonho de consumo de anos e anos de miopia e olho borrado.

Se os índios gostavam, na época do “descobrimento” de contas, espelhos e pentes não sei. Mas eu gosto.

Gosto tanto que se um português me abordar,com um baú cheio de contas, espelhos e pentes,  vindo de uma nau qualquer, sou bem capaz de baixar a guarda e deixá-lo entrar.  E só depois cozinhá-lo com bastante  ervas num molho agridoce.

Além de contas, espelhos e pentes, sou também chegada em culinária chinesa.

 

 

2 thoughts on “historinha do brasil

  1. Ó Alberto: português (só 50%) sem baú de contas e espelhos não corre riscos. Agora se vier em casa e não trouxer um vinho português eu mato e nem uso molho agridoce no cozimento, ó pá!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *