um produto interessante

Standard

Quer novidades todos os dias? Ela tem.

Quer encontrar gente que nunca viu antes, ou encontrar gente que nunca verá depois, ou até mesmo encontrar gente que vê todo santo dia? Nela acontece.

Quer passar por maus momentos, por bons momentos, por momentos insossos, por momentos que parecem nunca passar, na modorra dos dias? Ela propicia.

Quer comer coisas boas, ou coisas diets não tão boas, ou coisas que você nem repara que está comendo, ou comer coisas difíceis de engolir? Quer comer junto, ou só, ou acompanhado nas lanchonetes da vida mas terrivelmente só? Nela isso pode ser feito diariamente, se quiser.

Quer sentir-se mal por vezes, bem outras, uma terrível gastrite alguns dias, uma enxaqueca de matar outros, uma saúde de ferro, uma saúde de cristal, uma saúde de touro, uma saúde frágil, uma saúde que você nem liga, uma saúde que não te deixa pensar em mais nada? Ok. Com ela você pode. Ou não.

Quer amar e ser amado, ou amar e não ser correspondido, ou amar e se lamentar pelo amor que possui, ou não amar e se lamentar por não achar alguém para amar, ou amar sem saber bem o quê, ou amar e saber-se fazendo bobagem, amar a pessoa certa, amar a pessoa errada, não amar ninguém além de si mesmo?

Quer odiar tudo e todos, odiar comida vegetariana, odiar academias, odiar trânsito, odiar roupa de moda, odiar moda, odiar a si mesmo?

Você pode.  No decorrer dela, tudo é possível. Até nem saber o que é amor.

Ou ódio. Hipótese essa menos freqüente.

Quer durar muito ou durar pouco? Durar o suficiente ou durar além da conta? São possibilidades reais. Nela .

Enfim, vida é útil. É gostosa e faz crescer.

Vida faz também morrer.

Mas ninguém vive sem vida.

Vida faz até trocadilhos bestas.

É da vida.

 

3 thoughts on “um produto interessante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *