banho

Standard

Banho não é importante. Não, não estou dizendo que não deva ser tomado todo santo dia, mas exatamente por ser tomado todo santo dia deixa de ser uma coisa interessante. É só rotina.

Nem sempre, porém.

Os primeiros que me lembro foram grupais. Eu e minha avó, e minha mãe dando banho em nós duas. Em série, que “eu não tenho tempo a perder”como ela dizia. Minha avó tinha problemas de locomoção e eu tinha problemas de limpar certas partes. Cotovelos, por exemplo. Ou pescoço. Daí ela vinha com tudo, de bucha e sabão na mão. Eu e minha avó temíamos minha mãe nessa hora…

Eu até gostaria mais de tomar banho nessa idade se me deixassem tomar banho na banheira. Mas não deixavam. No box, que era mais rápido e gastava menos água (de novo minha mãe com mania de limpeza). Vou contar uma coisa, agora que ela já se foi há tanto tempo: certa vez, em represália, eu fiz cocô na banheira!

Havia muita falta de luz na época. Eram comuns banhos de balde, com água esquentada no fogão.

Já na praia, onde comecei a namorar o maridão, no começo o banho era de poço. Tinha que subir o balde com água de poço e depois jogar em cima, em pleno quintal, ao ar livre, é claro. Pensam que é fácil fazer isso no inverno, numa casa à beira do mar, com ventos cortantes e água congelante? Só porque ficava feio ficar sujinha em começo de namoro…

Já tomei banho de rio e de represa e não recomendo nenhum dos dois. No rio a água corre e o sabão vai embora logo e na represa as algas atrapalham. Mas isso foram épocas de mais aventuras do que as de hoje.

Já tomei banhos de quase uma hora, quase dormindo na água quente. Já tomei banho de farra com as crianças, todo mundo junto em jacuzzi de hotel chic. Já tomei banho no escuro, em hotel de quinta categoria, sem sabão e com baratas, em viagem para o sul. Já tomei banho com toalha molhada. Já fui dormir ensaboada em banho abortado por falta de água no meio.

E hoje me vejo sendo pragmática como minha mãe, tomando banho com as cachorras pra “adiantar o serviço” que eu também não tenho tempo, ou tomando banho em 3 minutos por conta da falta de água, rodeada de baldes pra catar as gotas todas e economizar.

Banho é bom. Mas não deixa de ser complicado, de vez em quando, né não?

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *